Tinha uma blusa


"... a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama.
Saudade da pele, do cheiro, dos beijos.
Saudade da presença, e até da ausência consentida.
Você podia ficar na sala e ele no quarto, sem se verem, mas sabiam-se lá.

[...]

É não querer saber se ele está mais magro, se ela está mais bela.
Saudade é nunca mais saber de quem se ama, e ainda assim doer..."


Martha Medeiros




Tinha uma blusa
Com teu cheiro no roupeiro:
Blusa suja de saudade
Blusa suja que beijo
... e me embriago
... me alimento
- de desejo.








8 comentários:

  1. Mih, tô sentindo sua falta no facebook....Tem uma galera legal por lá!!! bjs

    ResponderExcluir
  2. Mih.

    Belas palavras em sua postagem,

    "Saudade é nunca mais saber de quem se ama, e ainda assim doer..."

    Voltarei mais vezes por aqui,
    Beijos
    heli

    ResponderExcluir
  3. Blog maravilhoso!
    Adorei! Beijos...

    ResponderExcluir
  4. Toda saudade já tem seu tamanho de dor..


    bjs
    Insana

    ResponderExcluir
  5. eu adorei suas postagens , seu cantinho por inteiro. Um beijo .
    Dá uma olhada lá no meu blog *-*
    http://marinaalessandra.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Adorei seu cantinho... os dois cantinhos, na verdade!!!
    AI ai... me inspirou...
    Venha me ver sempre...

    beijos

    ResponderExcluir
  7. Realmente você tem talento para escrever.

    Que esse talento se desenvolva cada vez mais e acabe te levandoao sucesso.

    Abraços.

    http://cogumex.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Esse cheirinho de amor...
    é tão bom ser cheirado.
    Adoro.
    Lindo post amiga.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk