Minhas frases (8)


Ás vezes a gente até sabe que é impossível. Mas como é terrível ainda assim fazer o coração parar de acreditar!

Tem dias que é tão difícil acertar o passo! A gente já sai da cama com o pé errado, com o coração pesado, querendo silêncio. O mundo acontecendo lá fora e a gente só querendo um pouco de espaço dentro da gente mesmo.

É engraçado quando a gente sabe que uma pessoa será o nosso futuro. A gente bate o olho e o coração responde eufórico: encontrei!  

O problema ‘Sra. dúvida’, é que eu não abandono a vontade de vencer.

Divido tantas coisas. Hoje eu só queria dividir um pouco mais de amor. Amor com todo mundo sem medo de não ser correspondida. Sabe aquele amor que não precisa de resposta? Só queria espalhar.

E eu sou boa nesse negócio de fé. Vivo acreditando nos meus sonhos.

E eu resolvi acreditar no amor. Mesmo quando todos os outros sentimentos insistiam em gritar mais alto.

Risada solta. Dia compartilhado. Beijo de boa noite na testa. Cócegas. Medos divididos. Amizade, companheirismo. Abraço quando a tristeza faz surpresa. Noite quente. Noite menos quente mais ainda assim uma noite com bons sonhos e conchinha. Casamento.

Amor puro e verdadeiro é igual criança. Fala sem pensar, arrisca sem medo, acredita apesar de parecer impossível. Quero um amor pra sempre pequeno.

Muitos dos livros que leio me traduzem. Parece que me encontro nas páginas, vou lendo e me entendendo. Ler é sempre uma grande descoberta.

E essa é a magia da leitura: estar deitado na cama lendo e ao mesmo tempo na lua.

Posso dizer que as melhores lembranças que tenho de minha infância são das aventuras que vivi em livros.  

E eu sou essa garota atrapalhada, que já não sabe mais viver longe do seu sorriso.

Gosto mesmo é de livros com defeitos. Orelhas nas pontas, poeira, uma página meio torta, um tanto amassadinho. Me identifico ainda mais com eles.

Não quero ter motivos para ir embora. Não quero pensar em amanhãs desconstruídos, em ventos fortes, em chuvas pesadas. Quero imaginar que sempre haverá um novo pôr do sol, que abraços existem, que perdões também. E que há sempre um jeito de reconstruir o que por algum motivo foi quebrado sem querer.

E o sol me chamou para brincar. Coloriu minha manhã com seus raios cheios de vida e me encheu a alma com coragem para enfrentar os problemas do dia. Bom dia, bom dia... saí distribuindo durante o meu caminho, com a alma colorida.

Não, simplesmente não me arrisco a ser quem não sou. Posso até variar o humor. Mas não, não brinco de ser o que não sou.

Muitas e muitas vezes sou objetiva. Ajo com a razão e não iludo o coração. Mas vez ou outra bate aquela vontade de ser piegas. Daí até em conto de fadas me imagino - o homem mais torto se torna o príncipe que mudará meu destino.

Não me importo com o que pensam: eu amo, amo mesmo. Vivo por aí, espalhando sentimento.

E este é o meu segredo: não luto contra o vento, eu adéquo minhas velas.

É tão bom saber que, quando a noite cair, você estará esperando por mim, espantará pesadelos, entrelaçará seus dedos nos meus dedos, me desejará boa noite baixinho...

Você me deu um sorriso e eu não sabia o que fazer com ele de tão lindo.  De repente me tornei egoísta e queria que fosse só meu. Mas daí pensei: uma coisa tão linda escondida do resto do mundo? E resolvi te fazer rir sempre que podia, só para ver brotar mais uma vez esse brilho tão marcante, tão característico, tão seu...

Não insisto em invernos se é por primaveras que meu coração pulsa. Se é em primaveras que o riso brota. Coisas que eu sei. E que nenhum vento frio vai levar.

E se eu me machuco com as bobices do meu coração tem sempre um ‘amanhã’ que cura as feridas, um tal de ‘tempo’ que me dá remédio e um esparadrapo chamado ‘segunda-chance’.

E se minhas asas não se abrirem, seu fraquejar, quiser desistir, não pular... você estará lá para me encorajar? No tropeço dos meus medos eu só quero ter a certeza do seu abraço.

Amizade sincera é assim: de tão leve quase flutua. Por ser tão ingênua, sempre perdoa. Amizade sincera tem coração de criança.

E eu sou essa garota destrambelhada, de sorriso largo e coração imenso. Faço da vida um imenso carrossel: brinco com o vento, solto os cabelos... e me deixo conduzir pela alma.

Nada de poções mágicas, maçãs envenenadas, raios e trovões.  Pulem esta parte. Só quero o beijo do príncipe encantado e viver feliz para sempre.

:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário