Resenha: Ligeiramente Escandalosos, de Mary Balogh


Livro: Ligeiramente Escandalosos 
Autora: Mary Balogh
Gênero: Romance de Época
Editora: Arqueiro 
Ano: 2015 
Páginas: 288

Amei o livro! este é o terceiro da família Bedwyn, e conta a história de Freyja Bedwyn. O livro é o mais engraçado dos três, trazendo situações muito divertidas entre Lady Frayja e seu improvável noivo, Joshua Moore, que acabou de se tornar Marquês, devido uma sucessão de fatos.


"- Ninguém lhe ensinou que, em circunstâncias escandalosas como esta, qualquer dama daria um tapa no rosto do homem, e não um soco no nariz?

- Não sou qualquer dama - retrucou Freyja." (página 11)

A questão é que esse noivado é arranjado, para Joshua sair de uma situação complicada com a prima que não quer se casar e para Frayja é uma ótima oportunidade para esquecer o seu passado de um amor mal resolvido.


"- Acho que não estaria disposta a forjar um noivado comigo por apenas um ou dois dias, estaria? - sugeriu ele, sorrindo.

Lady Freyja, o encarou com uma expressão enigmática no rosto. [...]
- Na verdade - disse Lady Freyja -, seria muito divertido, não acha?" (página 93)



E o que era uma simples brincadeira, acaba se tornando um noivado que se estende a cada dia. Muito boa a leitura, realmente recomendo! Entrou nos favoritos!




“ – Ora, coração. – disse ele -, se não estávamos encrencados antes, agora com certeza estamos.” (página 150).




Sinopse: 
Freyja Bedwyn é uma mulher diferente das outras damas da alta sociedade: impetuosa e decidida, ela preza a independência e a liberdade acima de qualquer coisa – até mesmo do amor. Até que o destino lhe apresenta Joshua Moore, o marquês de Hallmare, um homem cheio de charme e mistério, dono de uma beleza estonteante e de uma reputação terrível. Quando ambos se encontram a caminho da pacata cidade de Bath, a química entre os dois é imediata. Entre encontros e desencontros, conflitos e provocações, Joshua faz uma proposta inusitada: pede que Freyja finja ser sua noiva, para evitar que uma artimanha de sua tia o leve a se casar com a própria prima. Para uma dupla que acha graça das convenções sociais, esta parece ser a oportunidade perfeita para se divertir.



:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário