Resenha - Quase Casados, de Jane Costello





Livro: Quase Casados, de Jane Costello

Ano: 2014
Páginas: 416
Editora: Record
Gênero: Chick Lit

Terminei ontem o livro Quase Casados e é o primeiro livro que leio de Jane Costello. Primeiramente: gente que CAPA.MAIS.LINDA! é de morrer de amores, com certeza! não vou negar que a capa foi a culpada no meu principal interesse. Capas lindas me interessam, hahaha. E... o conteúdo? Achei digno também. Me diverti muito lendo este livro. Parece muito com os livros da Sophie Kinsella. E a personagem principal, a Zoe, eu seria facilmente amiga dela, porque ela é muito legal. 

Bem, então o livro se desenrola sim: temos uma personagem principal, a Zoe, que mora em Liverpool, trabalha como cuidadora de crianças em uma empresa bem legal e conceituada em seu bairro, e adora sua rotina pacata. Mas decide se mudar para os EUA, porque, bem... Zoe foi deixada pelo noivo no altar. Sim! no altar minha gente! é para morrer de ódio desse homem não é mesmo? Com o coração partido e precisando de novos ares, Zoe se candidata como baba e parte para Boston, onde conhece a família de Ryan, seu novo chefe, já que vai começar a cuidar de seus filhos - que são uma graça, mas também umas pestinhas que precisam de disciplina e serem domadas. Zoe se adapta bem a nova rotina, o que não a agrada muito é seu novo patrão - sério, no começo do livro achei esse tal de Ryan um tremendo babaca. Ele não tratava muito bem a Zoe, estava completamente perdido, era grosso e rude, mas... Ryan sofreu uma grande perda e Zoe começa a entender alguns de seus comportamentos. Zoe se vê então na difícil tarefa de cuidar de duas crianças fragilizadas por perdas e falta de limites e de tentar despertar em Ryan novamente a vontade de ser pai e se portar como um.



O livro é super gostoso de ler, recomendo bastante, não é nada muito profundo, mas os personagens são bem construídos, a Zoe é tremendamente estabanada, o que nos faz sorrir em certas partes e o amor prova mais uma vez que tudo pode ser transformado - para melhor!
Na minha opinião o que faltou: talvez um epílogo - queria que a história se desenrolasse mais um pouquinho! ;)

"Você pode atravessar um oceano para fugir. Mas não tem como fugir de seus pensamentos". - pág. 170.

Sinopse:
Para Zoe Moore, o dia de seu casamento foi o mais marcante de sua vida. Ou melhor, o dia em que deveria ter se casado, mas em vez disso, foi largada no altar após sete anos de namoro. Arrasada e disposta a se recuperar, ela decide se mudar de Liverpool para os Estados Unidos e trabalhar como babá. Ao chegar em Boston, ela se depara com a esperta Ruby, prestes a completar 6 anos, o adorável Samuel, que acaba de fazer 3, e o pai deles, Ryan Miller. Seu novo chefe, além de fazer uma bagunça sem precedentes e de ter um mau humor imbatível, é incrivelmente bonito. Depois de um começo um tanto decepcionante, Zoe e Ryan começam a se entender, mas ela está prestes a descobrir que recomeços podem ser mais difíceis do que esperava.



:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário