Resenha - Elena: A filha da Princesa


Livro: Elena: A filha da Princesa / Autora: Marina Carvalho
Editora: Galera Record / Gênero: Romance
Páginas: 322 / Ano: 2015


<Olha a resenha fresquinha!> Terminei de ler ontem Elena: A filha da Princesa. Este livro é uma continuação de outros dois livros da Marina Carvalho, o primeiro livro Simplesmente Ana e o segundo De repente Ana. Então se você não quer encontrar algum Spoiler, sugiro não ler rsrs. 
Eu não li os livros anteriores (não sabia que era uma continuação). Mas eu gostei tanto da capa que resolvi ler mesmo assim, porque eu já tinha baixado em e-book. E mesmo que você não tenha lido os outros livros, dá pra entender perfeitamente a história, porque Elena é filha de Ana (que se tornou herdeira de um trono em Krósvia, filha também de Alexander). Então a história é e não é uma continuação, pois vai nos contar a história de Elena.

Então, me acompanha aqui: Elena é uma princesa. E ela é uma princesa de personalidade muito própria. Não quis ficar para sempre morando num castelo como permite seu "cargo" haha, mas quis explorar o mundo. Se candidatou para ser uma voluntária na Nigéria e ensinar crianças carentes a ler e escrever. Mas uma tremenda notícia a faz voltar para Perla e para o castelo. Sua mãe, que já tem mais de 40 anos, está grávida novamente e de gêmeos! Com 19 anos, Elena vai ter a felicidade de ter dois irmãos. Mas como a gravidez é de risco, o pai de Elena pede para que ela volte e cuide de sua mãe. É à partir deste momento que a história fica mais emocionante, pois no pais de Elena vários manisfestantes estão lutando para o fim da monarquia e instituição de uma república, pois alegam que a monarquia já é um tipo de governo muito ultrapassado e querem escolher à partir de agora seus líderes. E Elena se mete em muitas confusões para fugir destes manifestantes, porque eles resolvem usar Elena como principal alvo para atingir o rei a mudar de ideia. E, para apimentar um pouco a história, o cafajeste do Luka está de volta, depois de ficar anos sem pisar no reino cuidando de seus negócios em Estocolmo (uma casa de dança noturna). Luka é primo segundo de Elena, lindo, bad boy, nada romântico, mas impossível de se apaixonar. Elena tenta fugir dessa fascinação (seu pai a mataria se ficasse com Luka, já que ele é filho do cara que sequestrou sua esposa Ana em um dos primeiros livros da sequência). Mas... dá pra mandar nas coisas que o coração sente? Não não dá! E os dois se entregam às armadilhas do amor. Elena descobre várias cicatrizes sentimentais em Luka e juntos percebem que o perdão e a cumplicidade são capazes de transformar para melhor as pessoas.


Não foi o melhor livro que eu li esse ano, devo confessar. Teve um acontecimento no começo do livro (acho que sou um pouco antiquada com cenas de sexo e tal em livros mais para jovens e que ficam fora do contexto, que acontecem de forma desleixada e pouco profunda) que me deixou muito incomodada e travou um pouco do deslumbramento que eu estava sentindo pelo livro (porque a história é boa, não é ruim, e a Marina Carvalho escreve bem). Mas essa situação achei "muito forçada demais", se é que me entendem. Achei muito estranha e imprópria, sei lá, me incomodei mesmo. Uma cena pejorativa. Mas cada um tem um jeito de ver as coisas, então essa é uma opinião minha. Depois de não gostar deste trecho comecei a perceber que o protagonista Luka era muito mais - gosto tanto do corpo dela e só disso que eu gosto - que ficou muito raso, muito sem graça. Não é um livro que recomendaria como uma boa leitura, mas leia e julgue! Livros existem aos montes justamente para vários gostos. 

Sinopse:
Este não é um conto de fadas comum. Sim, existe uma princesa. Não uma donzela, mas uma jovem moderna, preocupada com os problemas de seu tempo. Há também um príncipe. Só não espere que ele seja um perfeito cavalheiro. Afinal, uma pitada de bad boy nunca fez mal a nenhum herói.
Elena, filha da princesa Ana — a brasileira que se tornou herdeira do trono da Krósvia —, já não é mais a menininha apaixonada pelo primo Luka, com quem deu o primeiro beijo aos 13 anos. Cresceu, namorou, viajou o mundo. Mas uma notícia surpreendente a faz voltar para casa... justamente quando obrigações familiares também exigem a presença de Luka.O reencontro é explosivo. Luka não estava preparado para adulta que a prima tímida se tornou. Uma mulher que sabe muito bem o quer. E quem quer.
:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário