Resenha - Um Amor Escandoloso, de Patricia Cabot


Livro: Um Amor Escandaloso / Autora: Patricia Cabot
Editora: Record / Gênero: Romance de Época
Páginas: 378 / Ano: 2015

Acabei de ler ontem esse livro super amorzinho da nossa querida Meg Cabot (escrevendo como Patricia Cabot, pseudônimo que a autora utilizou para escrever romances de época). Eu já estou muito acostumada com a escrita da Meg, mas este ainda é o segundo romance de época que leio dela e estou adorando conhecer essa nova faceta da autora! Ela escreve muito bem (nunca me decepciono com ela!), e seus livros são movimentados, não são aqueles romances de época monótonos, sem graça. Neste, por exemplo, existe até um suspense, que a gente fica tentando decifrar até a última página que implica diretamente na vida de nossa protagonista, a Srta Kate Mayhew. E eu adorei a Kate, ela tem um charme muito próprio. E o livro também não deixa de ter suas partes engraçadas e picantes (adoro!) na medida certa. Foi um livro que me prendeu bastante, uma história gostosa de acompanhar e que vale a pena para quem, assim como eu, adora os romances de época!



Sobre a história: 
Srta Kate Mayhew tem um passado. Um passado que não gosta muito de lembrar. Mas quem não tem um passado? Quem em algum momento na vida não gostaria de ter feito diferente, ou que o destino tivesse sido mais ameno, menos cruel? Mas nossa protagonista é forte e resolve retomar a vida, procurando emprego como dama de companhia ou governanta, em casas de pessoas não tão influentes assim, pois o que mais teme é ter que enfrentar novamente a alta sociedade Londrina, que virou as costas para ela quando mais precisava de apoio. 
Mas, em uma situação inusitada, acaba por conhecer Isabel e o senhor Burke Traherne, o marquês de Wingate. E Burke já cansado de contratar damas e mais damas de companhia para sua filha problemática e teimosa, vê em Kate uma possibilidade de domar Isabel, ficando assim livre para curtir suas noites com as belas atrizes de Londres, já que sua ex-esposa (sim, Burker não era uma pessoa bem vista por ter se separado de sua esposa, quando a pegou na cama com outro homem, atirando-o pela janela) já falecida não está presente para fazer este papel. Kate acaba aceitando a proposta, já que o valor oferecido pelo marquês é absurdamente alto, mas teme que alguém da alta sociedade a reconheça, já que sua história e de sua família foi capa de jornal há sete anos atrás. 
Kate estava preparada para tudo, só não estava preparada para o amor que Burker passou a sentir por ela (céus, e como um homem quase na casa dos 40 anos poderia ser tão atraente e maravilhoso, ter olhos tão penetrantes e apaixonantes?!). 
E a história se desenrola assim, Isabel se metendo em confusões, Kate tentando não se apaixonar por Burker, Burker sendo um amante persistente e experiente, e o passado de Kate voltando a tona e deixando seu coração balançado, duvidando que o destino talvez esteja lhe reservando um final feliz, depois de tanta dor e tristeza.

E você, o que tá esperando? Corre lá comprar o livro e ler! ;)
[...]
- Diga-me, Srta. Mayhew, a senhorita leu mesmo todos esses livros?Kate baixou os olhos para o caixote.- Claro que sim.- Por que os guarda? - Isabel quis saber. - Digo, se já leu todos.- Porque - Kate pegou uma cópia bastante usada de Orgulho e Preconceito - alguns livros são tão bons que merecem ser lidos muitas vezes. Cria-se um vínculo com eles. Eles passam a ser... Eles se tornam a sua família.- Família? - repetiu Isabel.- Sim. Quando os lê tantas vezes, começa a pensar neles como se fossem parentes, parentes confiáveis, amorosos, que jamais a desapontarão. Abri-los de novo é como fazer uma visita a uma tia querida ou aninhar-se no colo de um avô amado. - Vendo que Isabel continuava cética, Kate prosseguiu, com uma leve risada: - Bem, creio que para a senhorita, lady Isabel, pode não parecer muito, mas, afinal, tem um pai que a ama, e avós que também a adoram. Meus livros são minha única família.



Sinopse: 
Quando a bela Kate Mayhew é contratada como dama de companhia de Isabel, filha de Burke Traherne, o marquês de Wingate se vê numa situação complicada. Por um lado, tem consciência de que a Srta. Mayhew é exatamente o que a jovem precisa, mas, ao admiti-la em sua casa, o marquês é obrigado a controlar a atração que sente pela moça. O grande inconveniente é que o cargo que ela ocupa a impede de se tornar uma de suas amantes. E Burke vive sobre o juramento de nunca mais se casar, depois de ter flagrado a ex-esposa num ato de traição.
Já a Srta. Mayhew não consegue parar de pensar em um homem pelo qual jurou nunca se apaixonar, e esconde um escândalo do passado. Ousará a bela moça lutar contra seus desejos e os fantasmas que parecem persegui-la? O homem que frequenta seus sonhos mais despudorados e o que habita seus piores pesadelos aproxima-se cada vez mais, e ela não sabe por quanto tempo mais conseguirá suportar.
:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário