Resenha - A Caminho do Altar, de Julia Quinn


Livro: A Caminho do Altar / Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro / Gênero: Literatura Estrangeira / Romance de Época
Páginas: 320 / Ano: 2016
Skoob
Este livro faz parte da coleção Os Bridgertons e é o oitavo livro da série

     Gentemmm! Por quê? Por queeeê? Cheguei no último livro da série com uma vontade de não terminar! Eu amo a família Bridgerton e se despedir fica tão difícil! hahaha. Já me disseram que talvez saia o último livro da série, com um resumo do final de cada irmão, mais a história de Violet, que é a mãe. Mas mesmo assim! Agora acabou de verdade! rsrs


     Neste livro vamos conhecer a história de Gregory. Gregory que acredita no amor, e acredita que com ele o amor vai chegar e ser arrebatador. Que ele terá certeza quando encontrar a dama perfeita para ser sua esposa. Até agora não aconteceu, paciência. Mas não iria se casar se não fosse por amor. Todos seus irmãos tiveram casamentos perfeitos, famílias cheias de filhos, e com o amor sempre presente. Com ele também haveria de ser assim.



Então o que aquilo significava? O que significava conhecer a mulher que o fez esquecer como se respira e ela estar prestes a se casar com outro homem? O que ele deveria fazer agora? Sentar e esperar até que a visão da nuca e outra moça o deixasse extasiado?

     Em um baile, Gregory tem certeza que achou esse amor, só de ver a nuca de uma bela dama. Soube de imediato que estaria arruinado para sempre, que não viveria mais sem respirar o mesmo ar que a senhorita Hermione Watson (simmm eu me lembrei de Harry Potter kkkk) e que seu destino era ser feliz ao lado dela (sem nem mesmo conhecê-la, sentia que os dois foram predestinados). Acontece que Hermione já está apaixonada por um outro cavalheiro, detalhes estes cedidos por sua melhor amiga Lucy e não dá nem bola para as investidas de Gregory. Quando Hermione Watson é pega no fraga de forma comprometedora então com outro homem, Gregory vê o sonho de se casar com a dama perfeita ir por água abaixo. Meio chateado com esse negócio do seu destino ter sido modificado, continua a participar dos bailes promovidos por sua irmã e estreita laços com a senhorita Lucy, que é uma companhia muito agradável. Quando certa noite vê outra nuca de outra bela dama pela qual se vê novamente perdidamente apaixonado, se espanta que ao se virar, a dama revela ser a própria Lucy. Mas não pode ser! Ele já conhece Lucy! Como só agora a viu com outros olhos, como aquela nuca tão lindamente desenhada nunca havia lhe causado esse arrepio todo pelo corpo? Mas Lucy está prometida em casamento, e vai se casar dali algumas semanas. Gregory será capaz desta vez de lutar até o fim e impedir este casamento? Ou apenas olhará seu destino se desenhar novamente sem ele? 





Ela havia sido beijada. Ela. Lucy. Dessa vez, tratava-se dela. Ela mesma estava no centro do seu mundo. Era a vida, acontecendo com ela. Era incrível, porque aquilo parecia algo tão importante, tão transformador. E ainda assim era só um simples beijo - suave, apenas um roçar de lábios, tão leve que quase fazia cócegas. Lucy sentiu um calor, um arrepio, uma leveza no peito. Seu corpo parecia ter ganhado vida e, ao mesmo tempo, ficado paralisado, como se tivesse medo de que o movimento errado pudesse fazer tudo desaparecer. 

     Gente, esse livro foi muito engraçado! Algumas partes foram realmente tipo: como assim? Eles disseram isso mesmo? Fizeram isso mesmo? Apesar de que eu achei no começo a história um pouco monótona sabe? Como se a autora estivesse um pouco cansada de escrever rsrs, tipo, 'há, esse já é o oitavo irmão, tô meio cansada já!' hahah. Mas o final foi absolutamente movimentado, com várias reviravoltas. E também foi o primeiro livro de época que eu li trazer à tona de forma bem sutil a predileção de um homem por outro homem. Na maioria dos livros de época esse tipo de detalhe não aparece, aparentemente por ter sido um tema bem tabu para a época. A capa desse livro é linda, foi uma das que mais gostei de toda a série. Amei a experiência de conhecer a família Bridgerton, gosto muito de séries e vou levar essas histórias mirabolantes de todos eles para sempre no coração!


Era o paraíso. Esqueça os anjos, esqueça São Pedro e harpas brilhantes. O paraíso era uma dança nos braços do seu verdadeiro amor. 




Sinopse:
Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece. O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la. Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele?
A caminho do altar, oitavo livro da série Os Bridgertons, é uma história sobre encontros, desencontros e esperança no amor. De forma leve e revigorante, Julia Quinn nos mostra que tudo o que imaginamos sobre paixão à primeira vista é verdade – só precisamos saber onde buscá-la.




:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário