Resenha - Gelo Negro, de Becca Fitzpatrick


Livro: Gelo Negro / Autor (a): Becca Fitzpatrick
Editora: Intrínseca / Gênero: YA / Suspense e Mistério
Páginas: 304 / Ano: 2015
Skoob

      Olá pessoal! tudo bem com vocês? Hoje vou trazer para vocês a resenha do livro Gelo Negro, da Becca Fitzpatrick, publicado pela editora Intrínseca. Confesso que essa capa me chamou muito a atenção. Não tinha lido nenhuma resenha dele antes de comprar o e-book (comprei em uma promoção no Amazon). Não sabia muito o que esperar do livro, mas pela capa, suspeita-se que seja um suspense. Eu gosto muito de suspenses e livros policiais, mas gosto que sejam realmente bons, que te deixem realmente presa, com a pulga atrás da orelha. 


Ele não queria tirar fotos. Queria matá-la. Ela não iria deixar aquele lugar horrível ser sua última lembrança. Fechou bem os olhos e se deixou levar escuridão adentro". 

     No começo do livro, logo nas primeiras páginas, acontece uma situação realmente tensa, como uma abertura, meio que te preparando para o que está por vir. Porém depois destas cinco, seis primeiras páginas achei que o livro ficou meio travado. Porque começou a contar sobre os preparativos de Britt, a personagem principal do livro, para uma trilha em suas férias na Cordilheira Teton. Britt é jovem, meio mimada e tem uma melhor amiga, Korbie (que mais parece uma pior amiga, sério, o relacionamento delas é muito estranho. Eu não desejaria nunca ter uma amizade como as duas tem. Parece uma amizade doentia). Tem um ex que aparece na história também, Calvin, que é irmão de Korbie. Calvin é o ex de Britt e rola um lance entre eles no começo do livro que achei meio desnecessária também. 


     Bom, a coisa começa a melhorar quando Britt e Korbie resolvem sair sozinhas para encontrarem Calvin e o Urso (namorado de Korbie) na cabana da família de Korbie para tratarem dos detalhes da trilha que farão, já que os pais de Korbie não deixaram as duas garotas irem sozinhas para essa expedição maluca. No caminho, uma forte nevasca atrapalha a pista, as meninas precisam parar o carro no meio da rodovia e procurar por um lugar no meio da floresta para ficarem durante a noite e se aquecerem. Encontram depois de mais de uma hora de caminhada uma cabana com as luzes acessas. Batem à porta e dois rapazes aparecem. Um deles inclusive é Mason, um cara que salvou a pele de Britt mais cedo em um posto de gasolina quando ela contava uma pequena mentirinha para o seu ex. Porém Mason não parece o mesmo cara. Quase não deixou as duas entrarem na cabana, e as garotas só conseguiram ficar porque Shaun, o outro cara permitiu que elas entrassem. 

     Sério - eu nunca, nunquinha na minha vida entraria em uma cabana, solitária na floresta, com dois caras dentro que eu nem ao menos conhecia. Massss... as garotas fizeram isso. E no começo parecia que a coisa ia rolar, que estavam todos conversando amistosamente, mas de repente o tal do Shaun sacou uma arma e obrigou as garotas a cederem seus equipamentos de neve que estavam todos ajeitados no carro e fez das duas reféns, com a promessa que as libertaria somente quando os conduzissem para fora da floresta por trilhas escondidas o suficiente pra que não fossem vistos. Shaun fez isso depois de Britt dar com  língua nos dentes e dizer que estava preparada para fazer trilhas ali nas montanhas e que conhecia o lugar (tava na cara que tinha algo podre ai né? hahaha). Como Britt se preparou para as trilhas e verificou caminhos durante vários meses antes de se arriscar nesta aventura, tinha a sensação de que poderia salvar a sua pele e de Korbie, mas precisava ser esperta. Britt não iria morrer, nem deixar a amiga morrer, faria de tudo para tirar as duas dessa enrascada.


     O livro é cheio de reviravoltas, momentos mais tensos, outros mais lentos e enrolados, mentiras e segredos descobertos, foi uma leitura diferente, uma experiência que gostei. Achei que a autora só pecou um pouco em deixar as duas adolescentes possuírem características tão mimadas - isso tornou o enredo meio chato na minha opinião - geralmente gosto de personagens mais maduros que não ficam pensando a todo momento nos carinhas com quem estão saindo, no charme que precisam jogar para serem notadas, essas coisas meio vazias sabe? Mas os mistérios do livro e as reviravoltas foram realmente muito boas. O final do livro foi fofo, mas será que condizente? Fiquei com minhas dúvidas hahah... Só esperava algo mais dark, mais adulto, pela capa do livro. Estava me preparando para um mega suspense e acabei lendo meio suspense rsrs. Mas valeu sim a leitura e recomendo o livro para que tirem suas próprias conclusões - afinal, é nisso que está a beleza no mundo dos livros! ;)



Se soubesse que as coisas acabariam assim, eu teria treinado mais. Eu teria aprendido a cuidar de mim mesma. Mas acho que essa é a questão, não é mesmo? Você nunca sabe o que terá que enfrentar, então é melhor estar preparado.


Sinopse:
Britt Pfeiffer passou meses se preparando para uma trilha na Cordilheira Teton, um lugar cheio de mistérios. Antes mesmo de chegar à cabana nas montanhas, ela e a melhor amiga, Korbie, enfrentam uma nevasca avassaladora e são obrigadas a abandonar o carro e procurar ajuda. As duas acabam sendo acolhidas por dois homens atraentes e imaginam que estão em segurança.
Os homens, porém, são criminosos foragidos e as fazem reféns. Para sobreviver, Britt precisará enfrentar o frio e a neve para guiar os sequestradores para fora das montanhas. Durante a arriscada jornada em meio à natureza selvagem, um homem se mostra mais um aliado do que um inimigo, e Britt acaba se deixando envolver. Será que ela pode confiar nele? Sua vida dependerá dessa resposta.



2 comentários:

  1. Adorei a capa deste livro!
    Sua foto ficou Mara! Amei os flocos de neve :)
    Super Beijo,
    http://www.fabulonica.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fá! muito obrigada! deu trabalho, mas ficou legal né? rsrsr
      bjosss!

      Excluir
:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk