Resenha - Um amor de detetive, de Sarah Mason


Livro: Um amor de detetive / Autor (a): Sarah Mason
Editora: Bertrand Brasil / Gênero: Chick-lit
Páginas: 336 / Ano: 2004
Skoob





     Olá pessoas! tudo legal por aí?
   Hoje vou trazer a resenha desse livro mega fofo da Sarah Mason, Um amor de Detetive, lançado em 2004 pela Editora Bertrand Brasil. O livro já está fazendo mais de 10 anos e só agora consegui ler rsrs... mas antes tarde do que nunca! Sempre ouvi muitas coisas positivas desta história, mas nunca achava pra comprar, estava sempre em falta (ou o preço estava muito salgado). Daí uma amiga minha me emprestou, junto com vários outros e fiquei super feliz porque nem sabia que ela tinha esse livro. 


    
    Bom, eu ameii a história! É super fofinha, engraçada, dei umas gargalhadas altas em certos trechos. E quando o livro nos faz rir assim eu o considero ótimo! A protagonista, Holly Colshannon é super divertida! e atrapalhada huahauh... me identifiquei muito com ela. A história é bem escrita, com cadência, personagens que nos faz torcer por eles e é do genêro Chick-lit, gênero que gosto muito de ler. É livro tipo sessão da tarde, quando você quer ler algo leve.


    A história é narrada na primeira pessoa, por Holly uma das jornalista do jornal Bristol Gazette. Holly está desmotivada. Está cansada de escrever colunas de funerais de animais e outros artigos que tem certeza que são lidos por ninguém. Vê então cair em seu colo uma oportunidade quando surge uma vaga para fazer a coluna policial, depois que seu colega de trabalho resolve trabalhar para outro jornal. Mas a coluna policial é um osso duro de roer - todo mundo sabe como é difícil lidar com policiais e detetives, especialmente se você é uma repórter. Sua primeira missão então é estreitar laços com a policia local e vê uma grande aliada quando a Relações Públicas do local também quer mostrar serviço e tem uma brilhante ideia de parceria entre o jornal Bristol Gazette e a delegacia. 


    Holly vai ser sombra de um policial-detetive por seis semanas, com o intuito de escrever um diário dos acontecimentos dia a dia, mostrando de forma exclusiva como é a rotina agitada e cheia de perigos de um detetive. O único problema é que o detetive escolhido para a tarefa é James Sabine, aquele mesmo detetive de olhos verdes e boa pinta que brigou com Holly no hospital dia desses. Holly tem certeza que James não vai facilitar as coisas então além de ter que transformar o diário em algo tão bom que seja atrativo o suficiente para chamar a atenção de novos leitores e ultrapassar a venda dos outros jornais concorrentes, terá como calvário aguentar a cara amarrada de James por seis semanas. 



- Então, como foi o seu primeiro dia? - Ótimo. - conto sobre o incidente do rádio e ela ri. - As coisas vão melhorar. Ele vai se acostumar com você. (É. Como se acostuma com um fungo). 


     A tarefa no inicio não é nada fácil, mas com o tempo o diário de Holly começa a ganhar destaque e toda a cidade ao redor só fala nisso. James também começa a ser mais solicito e Holly começa a enxergar algo mais além daquele belo par de olhos verdes. Se apaixonar não é o problema. Ou melhor, não seria. Mas ela quis se apaixonar justo por James, que vai se casar daqui algumas semanas. E tudo fica mais complicado quando Holly descobre que a futura esposa de James é a mulher perfeita - rica, simpática e linda. Será que Holly vai ser capaz de deixar os sentimentos de lá e tentar partir para outra? E seu namorado Ben, será que realmente é tão ruim assim que não lhe causa mais nenhuma perspectiva de futuro? Também tem sua melhor amiga e sua mãe que insistem que Holly precisa revelar os seus sentimentos (aliás, os pais de Holly são fantásticos, adorei os dois... e sua melhor amiga também é uma graça, as duas se metem em várias confusões que terminam na maioria das vezes em uma passadinha no hospital rsrs). 
    De uma forma muita engraçada vamos acompanhar o desfecho dessa história, que convenhamos, é previsível, mas que sempre, sempre adoramos! rsrs Recomendo muito a leitura!


Sinopse:
Neste divertido romance de estréia de Sarah Mason, Um amor de detetive, os opostos se encontram e - como não poderia deixar de ser -, também se atraem. A bela Holly Colshannon é uma ambiciosa e desastrada jornalista da Bristol Gazette. James Sabine (apenas um pouco mais bonito que ela), é um sargento-detetive durão, grosseiro e ressentido. Levados pelo acaso , eles se encontram diversas vezes por conta de uma série de coincidências bastante oportunas. Rapidamente, a determinada Holly vê em James a grande chance de progredir em sua carreira e decide segui-lo por um período de seis semanas a fim de escrever uma coluna criminal, que poderá vir a ser o seu primeiro sucesso jornalístico. O lado positivo da situação é que ela consegue obter a tão sonhada coluna. O lado negativo é que o bonitão não está nem um pouco feliz com a presença constante de Hally em sua vida.

2 comentários:

  1. Oi Michelle! Eu adoro esse livro, assim como você, gargalhava das peripécias da Holly. Sua resenha mostrou muito bem o espírito da leitura.
    Beijos
    http://lua-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia! tudo bem?
      adoreii o livro! rsrs... seja sempre bem vinda! bjo, bjo! :*

      Excluir
:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk