Resenha: Ainda não te disse nada, de Mauricio Gomyde


Livro: Ainda não te disse nada
 Autor (a): Mauricio Gomyde
Editora: Porto 71 / Gênero: Literatura Brasileira, Romance
Páginas: 236 / Ano: 2011
Skoob


     Oi pessoal! Hoje vou trazer a resenha desse livro super fofo e delicado do Mauricio Gomyde, publicado pela Porto 71. Ainda não te disse nada foi lido em e-book e paguei, acreditem se quiser, o valor de R$1,99 pela Amazon. Então não vou conseguir falar para vocês se o livro físico é legal, mas por um preço destes, compensa muito ler em e-book e gosto muito de ler livros neste formato também.


     Este livro é um livro de cartas. De cartas românticas. Mas também é um livro de uma menina que tem sonhos e que sai em busca deles. 


     Marina tem uma difícil escolha: trabalhar na padaria da família em uma cidade do interior chamada São Pedro da Serra ou seguir o sonho de ser estilista e trabalhar com moda. Quando seu irmão decide tocar o negócio da família, fica mais fácil a escolha de Marina, que parte para São Paulo aos 21 anos para começar seus estudos. Mas em São Paulo, apensar das amigas que fez, sua vida é solitária. Tem um blog de moda, que alimenta sempre com as principais tendências, mas com 25 anos e quase terminando seu curso, continuar a trabalhar na agência dos correios perto de seu apartamento, única oportunidade que encontrou para conseguir pagar os estudos. 



Tu disseste que alguns sonhos não se concretizaram. Mas, pensa... que graça teria se todos eles sempre se tornassem realidade? A beleza da vida está em sua imprevisibilidade. Saber que expectativas ora se concretizam, ora não, é que torna tudo mais saboroso e instigante. Um sonho não se realizou, sonha outro! 


     É trabalhando nessa agência pacata, que só recebe pagamento de contas e encomendas que Marina vê a oportunidade de fazer algo diferente por ela mesma e por outra pessoa. É que uma garota ruiva que sempre posta cartas no correio contou sua história certa tarde para Marina, num encontro casual na livraria. A garota ruiva é paga para escrever cartas para pessoas, cartas em nome de outra pessoa. Por exemplo: um senhor solitário que já vive em asilo tem uma família que sabe de um amor antigo ou amigo que não o vê mais e faz uma encomenda com a moça ruiva para que ela escreva cartar em nome desse amor antigo ou desse grande amigo, para animar a vida das pessoas que já estão sem perspectivas, só esperando o fim chegar. Mas quando uma correspondência chega e fica dias sem ser retirada no correio, Marina vai atrás do remetente e descobre que era a agência da ruiva que enviava as cartas para um certo senhor chamado Heitor. Por obra do destino a ruiva faleceu, Marina soube pelo porteiro de seu prédio. E ao abrir a carta de seu Heitor, tamanha era sua curiosidade, vê linhas doces de um senhor já de idade, sonhador e que fora encaminhada para sua Amada Eterna, apenas isso. Marina não tinha nome, nem sabia quem era essa Amada Eterna, mas não consegue deixar o pobre sonhador Heitor sem resposta e começa a se comunicar com o mesmo, fingindo ser sua Amada Eterna. De repente o que era só para ser uma simples troca de cartas torne-se algo mais profundo. E agora, como Marina vai explicar para suas amigas e seus pais que está apaixonada por um senhor, bem mais velho que ela, provavelmente no fim da vida? Somente Marina poderá lidar com estes sentimentos e é exatamente isso que ela faz.


[...] As pessoas pra quem escrevo querem que tudo seja verdade. Não é questão de ser ou não verdade. A verdade mora em cada um que acredita [...].

     Me apaixonei por essa história, me emocionei muito em certas partes. Marina é uma moça doce, com sonhos, que tem pais carinhos e irmãos também. Que tem amigas legais e que se preocupam com ela. Que arrisca tudo para viver seu sonho em Paris. Que na oportunidade de fazer alguém feliz encontra o grande amor de sua vida - e percebe que para se apaixonar a pessoa amada não precisa dizer nada, apenas escrever é o suficiente. 
Um livro muito doce, que recomendo muito. 


Sinopse:
"Ninguém mais escreve cartas hoje em dia", Marina pensava. Até que um dia uma caiu em suas mãos por engano e mudou o rumo de sua vida. Levou-a ao lugar que ela sempre sonhou. E a conhecer o amor do jeito que nunca imaginou, da forma mais improvável do mundo...
:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário