Resenha : A Rainha, de Steven James


Livro: A Rainha
 Autor (a): Steven James
Editora: Companhia Editora Nacional / Gênero: Romance Policial
Páginas: 520 / Ano: 2014
Série Agente Patrick Bowers - Livro 5
Skoob


     Olá pessoal! Tudo bem? Hoje a resenha que trago é desse livro maravilhoso e dessa série que eu virei mega fã do escritor Steven James. A Rainha, é o livro 5, de uma série que tem como personagem principal o agente Patrick Bowers, publicado pela editora Companhia Editora Nacional, sendo que os primeiros livros da série são: O Peão, A Torre, O Cavalho e O Bispo (Conforme imagem abaixo).



Os livros não necessariamente precisam ser lidos em ordem, você pode por exemplo comprar o livro A Rainha e entender toda a história, porque o autor volta em alguns trechos dos outros livros e explica a vida dos principais envolvidos na trama. Masss eu recomendo muito que você leia desde o primeiro, porque fica muito mais legal! hahaha... e tipo, o Agente Bowers já é quase alguém da família pra mim, de tanto que me afeiçoei ao personagem. Eu amo demais essa série, e os livros são sempre eletrizantes, com suspense do início ao fim. Os primeiros livros da série para mim foram mais tensos - tinha sempre algo muito sangrento, ou mortes em série. No livro A Rainha achei que os acontecimentos foram mais leves, tanto porque o livro se refere a uma ameaça nuclear, então a matança ficou mais comedida rsrs.

Mas os outros livros, gente, se prepare para aquele suspense nível very hard. Steven James é muito inteligente, e para saber mais ou menos como é a dinâmica, ele escreve muito parecido com o Dan Brown, capítulos curtos, que vão cortando a história e voltando nela o tempo todo, mesclando a vida pessoal do Agente Bowers - que eu adoro! Ele tem uma enteada, a Tessa que é uma personagem super inteligente e tem uns romances e umas paradas do tipo bem legais também hahah... então é o tipo de livro que não deixa a desejar no quesito ação e violência, mas que também traz algo romântico, cotidiano e reflexivo. Neste livro em especial os personagens principais estão em crise e falam muito sobre perdão. É muito gostoso de acompanhar o amadurecimento dos personagens e suas conversas sobre assuntos tão profundos. 

     Sobre o livro: Bowers foi acionado para cuidar de um caso de assassinato na cidade de Wisconsin, mas não é nenhum assassinato em série, o que é estranho, porque assassinatos pontuais não é sua especialidade. Mas vai conferir mesmo assim, e a morte de uma menina e de sua mãe, depois de analisados os fatos, parecem ser muito mais do que apenas um marido descontrolado que depois se atirou no rio, após assassinar as duas. Uma trama começa a se desenhar, e Bowers descobre que o suposto marido assassino na verdade é um agente disfarçado da marinha, que ainda atua, mas não em evidência. 

     Um tal de Alexie Chekov também misteriosamente aparece em seu caminho, lhe trazendo informações privilegiadas, matando alguns policias pelo caminho, salvando outros, e Bowers quer entender o que na realidade está motivando esse assassino que é uma incógnita. 

     Quando submarinos nucleares são acionados prevendo uma destruição total de uma cidade, Patrik Bowers finalmente descobre que o destino de uma nação inteira está nas suas mãos e que ele fará de tudo para evitar uma catástrofe nuclear. Peças se encaixam, supostos amigos se tornam inimigos, e reviravoltas prendem o leitor até a última página.


Por um momento eu pensei em dizer isso para Sean, dizer a ele que você nunca conhece alguém de verdade; que ás vezes cada um de nós age de jeitos que são inconcebíveis para os outros e, em retrospecto, impensáveis para nós mesmos; que, em essência, ninguém faz jus às próprias convicções ou aspirações. Mas, pela experiência passada, percebi que tocar nesse assunto nesse momento não ajudaria em nada. 


     Sou apaixonada por essa obra, e pelo que pesquisei, o autor publicou mais dois livros da série. Para mim o final deste livro ficaria de bom tamanho, gostei bastante da proposta do autor, mas já que ele lançou mais dois, bora ler né? haha. A série toda vale muito à pena, você também vai se apaixonar pelo agende Bowers e por sua enteada Tessa, e por muitos outros personagens na trama. Te convido também a desvendar casos absurdos e ficar de queixo caído com o desenrolar pouco provável no final de cada livro! Steven James é um maestro na arte de surpreender o leitor. 


[...] Quando você se desculpa, não deveria ser pelo seu próprio benefício, mas sim pelo bem da outra pessoa. Não acho que você deveria pedir perdão para alguém só para tirar um peso dos ombros ou para calar a consciência pesada. Se a desculpa não é do interesse da outra pessoa, não serve para reconciliar nada. É apenas uma forma sutil de egoísmo. 

Sinopse:
O plano criminoso para assumir o comando das ogivas atômicas de um submarino nuclear da Marinha norte-americana está seguindo a todo o vapor e o agente Patrick Bowers precisa impedi-lo a tempo de evitar uma crise mundial e um grande desastre. Ao investigar um misterioso caso de duplo homicídio em uma cidadezinha isolada no norte de Winsconsin, Bowers se vê em uma trama que vai ficando maior a cada passo da investigação. Ele precisa descobrir logo qual a ligação entre o assassino russo de métodos brutais, o grupo de ambientalistas radicais e seu antigo inimigo, o serial killer Richard Basque. Ao mesmo tempo, um drama familiar envolvendo seu irmão e sua cunhada irão forçar Bowers a resolver antigos conflitos para que a vida de todos possa seguir em frente. Passado, presente e futuro estão em jogo neste que é o livro mais explosivo da série até agora! 
:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário