Resenha : Não quero um amor meia-boca, de Ricardo Coiro


Livro: Não quero um amor meia-boca
 Autor (a): Ricardo Coiro
Editora: Schoba / Gênero: Crônicas
Páginas: 156 / Ano: 2016
Skoob


     Olá gente! Tudo bem com vocês? Hoje vou trazer a resenha do livro Não quero um amor meia-boca, recebido em parceria com a editora Schoba. Ricardo Coiro, o autor, vai nos presentear com crônicas sobre o amor. E o livro tá lindo, adorei a capa e o projeto gráfico dele, super atrativo por fora e por dentro.

O tema principal das crônicas do Ricardo como eu já disse é o amor. Mas não simplesmente "há, ele fala de amor nas crônicas". Ele vai além. Ele nos convida a não aceitar qualquer amor. Não aceite para sua vida um amor MEIA-BOCA. Nos mostra de forma simples e linda como deve ser o amor que devemos ter ao nosso lado: aquele tipo de amor devoto, cuidadoso, carinhoso. Um amor que te preencha completamente, que te invada. Não um amor que simplesmente vai mudar seu status no Facebook ou te colocar uma aliança no dedo. O amor é mais do que isso e não devemos nos contentar com pouco. 


Hoje, felizmente, namoro uma mulher que gosta de alta gastronomia (ela não é boba, né?), mas que ama, também, pão com ovo, coxinha de conveniência e mingau de aveia. Aliás, no dia em que ela disse: "Eu amo pão com ovo frito", meus olhos brilharam e, por um triz, eu não perguntei: "Quer casar comigo?", em vez de "Quer sua gema mole ou dura?". 

     Sua escrita é criativa e muito gostosa de ler. Parece que ele procura falar com quem está lendo, mas não soa como auto-ajuda. Ele usa trechos do seu cotidiano para nos chamar a atenção de forma engraçada e simples, nos fazendo ver que o verdadeiro amor é só tudo isso mesmo - simples e engraçado. E leve! Precisa ser leve, para poder voar e alcançar o que há de mais belo em relação aos sentimentos. Eu apreciei muito a leitura. São crônicas curtas que passeiam sobre compromissos selados de forma inusitada, viagens inesperadas, uma lasanha preparada de surpresa, e sobre sorrisos que pagam qualquer esforço (até mesmo quando se vai atrás de um cacto para a amada e volta quase morto rsrs). 

     Já disse que sou fã de crônicas e contos, então esse livro caiu como uma luva! Fiquei muito grata ao recebê-lo, alegrou meus dias e encheu meu coração de amor, esse amor tão puro que quando a gente encontra e sente é pra sempre. 



Sinopse:
Não se engane! Além de livro, é vale-esperança no amor, flor que brotou em meio à guerra, adoçante de almas amargas e colo para os dias em que você estiver achando tudo demasiadamente áspero.
:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário