Resenha : A vida que vale a pena ser vivida, de Clóvis de Barros Filho e Arthur Meucci


Livro: A vida que vale a pena ser vivida
 Autor (a): Clóvis de Barros Filho e Arthur Meucci
Editora: Vozes / Gênero: Filosofia / Reflexões Filosóficas
Páginas: 208 / Ano: 2010
Skoob


     Olá gente, tudo bem com vocês? Hoje trago a resenha do livro A vida que fale a pena ser vivida, dos autores Clóvis de Barros Filho e Arthur Meucci, recebido em parceria com a editora Vozes




     Ler este livro foi uma grata surpresa. Apensar de Clóvis de Barros Filho ser bastante conhecido na mídia em geral por conta de seus escritos e palestras, ainda não tinha lido nada dele. E neste livro me senti como se estivesse conversando com o autor. Ele conduz o livro de uma forma bem própria e prazerosa, discorrendo sobre assuntos filosóficos que permeiam o que seria uma "vida que vale a pena ser vivida", mas não como se estivesse pregando "auto ajuda", e sim nos mostrando como vários filósofos enxergam uma vida plena e que valha a pena. 



O livro traz 10 capítulos que foram divididos de forma a se interligarem e abrangerem vários âmbitos e estágios de nossa vida. Traz desde reflexões filosóficas de como os filósofos pensam a vida de forma moral, sagrada, social, dentre outros temas, de uma forma bem abrangente, procurando intercalar conceitos mais densos com exemplos de fácil compreensão. É disto que gostei neste livro, o autor é bem claro, não discorre de forma complexa, apensar do tema filosofia ser o mais presente no livro. Seus exemplos são precisos e objetivos, com o intuito realmente de clarear a mente de nós que não somos tão eruditos assim hahaha.  



[...] porque nem sempre é fácil escolher a melhor das vidas. Para optar por uma, temos que preterir muitas outras. Todas que passarem pela nossa cabeça. Segundo critérios de cuja eficácia não temos nenhuma certeza. Nem poderíamos ter. Daí a angústia. Uma tristeza muito particular. Por não identificar - dentre as vidas cogitadas - a melhor para viver. Angústia que é marca registrada do homem. Da qual, aparentemente, estão poupados o gato, o pombo e os demais não humanos. Como a pera. 


     Já que o autor é professor a forma didática com que conduz a narrativa do livro te faz sentir como se estivesse em uma sala de aula. Foi um livro ótimo, adoro livros que trazem temas como filosofia de uma forma mais acessível, e ler este livro foi um grande prazer. O autor escreve muito bem e trouxe reflexões realmente boas para um aprendizado que adorei refletir. Gosto muito de livros com provocações filosóficas e este alcançou minhas expectativas. Um livro envolvente, que não te deixa cansado, mas sedento de ler mais e aprender mais. Recomendo a leitura!



[...] a nossa vida boa vai depender das condições de aproximação de tudo que se harmoniza conosco e de distanciamento de tudo que se opõe a nós. O leitor já deve ter percebido, a partir de suas experiências, que tanto um quanto o outro não são sempre muito fáceis. 

Sinopse:
A intenção desta obra é de fortalecer os leitores para que possam resistir contra os tiranos que pretendem impor-lhes a vida que vale a pena ser vivida. Pois, segundo o livro, essa vida é a sua, com seus sonhos, suas ilusões, seus medos e esperanças.


Deixo também para vocês um vídeo, com uma das palestras do autor, para vocês conhecerem um pouquinho mais dele:



:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário