Resenha : A menina que não acredita em milagres, de Wendy Wunder



Livro: A menina que não acredita em milagres
 Autor (a): Wendy Wunder
Editora: Novo Conceito / Gênero: YA (Jovem Adulto) 
Páginas: 327 / Ano: 2016
        Olá galera, tudo legal por aí? Hoje a resenha que trago é desse livro de capa mega fofa A menina que não acredita em milagres, de Wendy Wunder, publicado pela editora Novo Conceito. Este livro foi publicado o ano passado em forma de e-book, e neste ano ganhou uma edição física que está super show! É um livro lindo por dentro, com desenho de pássaros em cada novo começo de capítulo.



        Para você que gostou de livros como A culpa é das estrelas, este livro segue mais ou menos a mesma linha. Há um pouco de drama, diálogos inteligentes, conflitos familiares, um romance inusitado e uma garota que está doente e descrente. 

       O livro conta a história de Can, uma adolescente de 17 anos quase normal. Quase porque Cam tem um gigantesco problema: Cam tem câncer. E sua última consulta com o médico de confiança da família não foi muito animadora: seu corpo todo brilhou ao realizar uma tomografia de acompanhamento da evolução do tratamento. Os médicos então não indicam outra opção, não confiam em nada mais, não têm nenhuma outra opção para a garota. As tentativas foram esgotadas, só resta agora Cam esperar e viver seus últimos dias de vida da maneira mais digna, porque Cam não acredita em milagres. Ela vai morrer e pronto, e não deveria ser um grande drama. Afinal todos morrem, ela só está indo antes. 







         Cam é um caso perdido, mas não para sua mãe. Sua mãe vai arriscar tudo para dar a filha uma última chance. A mãe de Cam acredita em milagres, acredita que há uma saída, que tudo simplesmente não pode terminar assim, sem tentativa, a mãe de Cam não admite derrota e não vai deixar de lutar. Então, por indicação de um amigo, a mão de Cam, Alicia arruma a mala dela e de sua irmã e partem em viagem para uma cidadezinha chamada Promise, onde relatam ter acontecido vários milagres e curas neste lugar. É claro que Cam não acredita em nada disso, mas que outra opção ele tem? A mãe praticamente a obrigou a ir junto, e só o que Cam queria era morrer em paz, na sua casa, no seu bairro, quieta no seu canto do seu jeito. Mas sua mãe sempre foi muito maluca e não vai ser agora que Cam vai impedi-la de fazer o que quer. É assim que a aventura destas três começa. 


- Algumas pessoas dizem que se deve prestar atenção em coincidências - [...] - Pode mostrar a você o seu caminho. Além disso, essas coincidências são suficientes para manter as pessoas acreditando. Para lhes dar um pouco de esperança

        Promise vai ser responsável por abrir um buraco no tempo de Cam, uma brecha em meio a dor e tristeza, um respiro em seus dias contados, vai trazer cor para os dias brancos e pretos. Vai lhe ensinar a perdoar e entender como o amor pode nos modificar. 


Se você acreditava que os pensamentos eram energia e energia é matéria (E=mc²), e a matéria aparece, então uma pessoa nunca pode realmente deixar você, a menos que você pare de pensar nela. 


        A história desse livro é tão linda! Nele eu chorei, eu sorri, tive esperanças, chorei novamente e então sorri e aprendi que tudo é uma questão de perspectiva. O infinito pode caber em alguns dias? O infinito é relativo? Nos faz ver e fletir no nosso presente, e ele é agora, ele deve acontecer neste exato momento. Outros personagens maravilhosos que a gente conhece no decorrer da história: Lily, a melhor amiga de Cam também com câncer, uma avó super maluca e engraçada chamada Nana, Asher o garoto que vai balançar o coração de Cam, morador de Promise. Além de Cam, a personagem mais marcante para mim foi Alicia, a mãe, uma personagem forte e ao mesmo tempo sentimental, que lutou e fez de tudo por Cam, deu o seu melhor para arriscar uma última chance, acreditou em milagres e quis fazer da vida de Cam um milagre, lhe dando oportunidades de melhorar. Este é aquele tipo de livro raro - como um flamingo e dentes de leão lilases.


Sinopse:
Campbell tem 17 anos.
Ela não acredita em Deus.
Muito menos em milagres
Cam sabe que tem pouco tempo de vida, por isso quer viver intensamente e fazer tudo o que nunca fez, no tempo que lhe resta. Mas a mãe de Cam não aceita o fato de perder a filha, assim, ela a convence a fazer uma viagem com ela e a irmã para Promise um lugar conhecido por seus acontecimentos miraculosos.
Em Promise, Cam se depara com eventos inacreditáveis, e, também, com o primeiro amor. Lá encontra, finalmente, o que estava procurando mesmo sem saber.
Será que ela mudará de ideia em relação à probabilidade de milagres? 
A Menina que não Acredita em Milagres vai fazer você rir, chorar e repensar sua conduta de vida.


:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário