Resenha : Manual para românticas incorrigíveis, de Gamma Townley


Livro: Manual para românticas incorrigíveis
 Autor (a): Gamma Townley
Editora: Record / Gênero: Chick Lit
Páginas: 368 / Ano: 2009
Skoob


        Olá rosas e cravos haha... tudo bem com vocês? Espero que sim! Preparados para a resenha fofa de hoje? Vamos de livro amorzinho? A resenha que trago para vocês é desse livro publicado em 2009 pela editora Record, então não é nenhuma novidade, mas que ainda não tinha chegado às minhas mãos até o momento. Manual para românticas incorrigíveis é um chick lit mega leve escrito por Gamma Townley (irmã da Sophie Kinsella uma das minhas preferidas no gênero) e como talvez o título já propõe, espere um romance água com açúcar super delícia para ler no final da tarde.

        Devo mencionar porém que este livro fugiu um pouco do lugar comum. Primeiro: ele não mostra apenas um ponto de vista e sim vários, de mais de um dos personagens. Há sim uma personagem principal, a Kate, então a maioria da história gira em torno dela e na sua busca por encontrar o cara ideal. Mas também há o ponto de vista de Sal, sua melhor amiga, o ponto de vista de Tom seu melhor amigo, e o ponto de vista de outros personagens secundários, que dá um dinâmica toda diferente ao livro. Gostei muito dessa abordagem da autora, fazendo com que a história ficasse mais atrativa.


        Bem, neste livro vamos conhecer Kate, que segundo seus amigos é uma romântica incorrigível, já que com quase 30 anos não encontrou ninguém adequado ainda para assumir o posto de marido. Sal e Tom acreditam que Kate floreia muito as questões que permeiam o que se espera de um par perfeito e que a garota é muito exigente. Não existe essa de príncipe encantado e Kate já está grandinha para acreditar em contos de fada. Mas Kate acha que na verdade, que está errado é Tom, que não para com ninguém e tá sempre trocando de namorada, e Sal não conta, já que se casou muito bem com Ed e está financeiramente estável e que procurou por praticidade no casamento, mas Kate não é nada prática, ela é romântica e não vai se contentar com qualquer traste que aparecer. Ela quer romance, quer glamour, quer ser amada da devida forma. 

        Mas não é fácil ser romântica nos dias de hoje. Parece que ninguém se importa muito com esse negócio de amor. É num desses pensamento desolados que Kate resolve comprar pela internet um manual para Românticas Incorrigíveis, isso mesmo, é esse o título do manual hahaha, que promete mostrar a Kate através de um passo a passo que é possível encontrar o amor verdadeiro mesmo sendo uma romântica, bem, incorrigível hum. E é seguindo o manual que Kate acaba por conhecer Joe Rogers, um lindo ator americano que sai em busca de novos horizontes e aposta suas fichas em Londres. Joe está por enquanto fazendo bicos em bares, e é em um bar que conhece Kate. Descobre que Kate tem muito haver com ele, já que Kate trabalha para um canal como decoradora em um daqueles programas que mudam a vida da pessoa, e sente que ser namorado de Kate, além de achá-la uma pessoa muito legal, vai ajudá-lo a alavancar sua carreira como ator em Londres. Acontece que Tom e Sal não acham que esse novo amor de Kate é a melhor saída, apensar de verem que a amiga está muito mais feliz depois de encontrar consolo nos braços fortes e musculosos de Joe. Será que esse romance vai dar certo? Você só vai saber se ler o livro. 


- Logo vou fazer 30 anos e não estou vendo nenhum cavaleiro montado em um cavalo branco no horizonte vindo me salvar, você está? - Sal fez que não. - O cavalo precisa ser branco? - ela perguntou, com um sorrisinho brotando nos lábios. - Estou disposta a aceitar bege - ela admitiu - Se o cavaleiro for bonito o suficiente

        Eu super curti essa leitura, é bem leve, bem fofinha. Adorei acompanhar as trapalhadas de Kate, fiquei feliz quando ela resolver ser uma mulher diferente e forte... às vezes a gente acha que é forte, mas dá um trabalhão ser mulher nesse mundo, vou te falar, hunf! Também gostei de acompanhar a história de Sal, que vive uma crise no seu relacionamento com seu esposo, e que, apesar dos amigos acharem que ela é uma sortuda por já estar casada, muitas vezes não é fácil fazer um casamento reagir aos momentos mornos pelos quais nossa vida passa. Tom também é um personagem super fofo, ele é médico e um amigo super presente, mas que também tem seus traumas, principalmente por conta de sua mãe o ter abandonado sem motivo nenhum quando criança, causando um imenso buraco na sua forma de se relacionar com as pessoas. Um livro que apesar de leve trás reflexões bastante profundas e que promete te fazer curtir um romance com gostinho de esperança. Recomendo a leitura! 


Eu costumava pensar que estava apenas esperando alguém que me salvasse, que fizesse tudo ficar bem. Nas últimas semanas, porém, me dei conta de que posso fazer isso sozinha, sabe? Ser a heroína da minha própria vida. 

Sinopse:
Apesar dos protestos de amigos, Kate Hetherington ainda acredita ser possível achar seu príncipe encantado. Quando encontra um antigo guia, intitulado o "Manual para Românticas Incorrigíveis", Kate decide dar uma chance ao seu romantismo e seguir as dicas do livro para encontrar o parceiro ideal. E este será apenas o começo de uma aventura para a qual nenhum manual terá as respostas.
:) :,( ;) :D :-/ :? :v X( :7 :-S :(( :* :| :-B ~X( L-) =D7 :-w s2 \m/ :p kk

0 comentário

Postar um comentário