Últimos posts


Livro: A dama mais apaixonada
 Autor (a): Julia Quinn, Eloisa James, Connie Brockway
Editora: Arqueiro / Gênero: Romance de Época
Páginas: 288 / Ano: 2019
Skoob Amazon

            Olá pessoal, tudo bem com vocês?

        Hoje a resenha que trago é do segundo livro da duologia “A dama mais...” publicada pela arqueiro, onde reúne a escrita de três autoras de época num único livro – Julia Quinn (meu xodó), Eloisa James e Connie Brockway. Eu já tinha lido o primeiro livro da duologia e amei! Então não via a hora de ler este – A Dama Mais Desejada. Os dois livros não são sequenciais, então pode comprar separadamente cada um deles. Confesso que gostei mais deste, achei mais irreverente, mais atrevido que o primeiro. Uma história permeada de confusão e romance.


        A história começa com um sequestro. O senhor Ferguson Taran quer ver os dois sobrinhos casados o quanto antes. Pensando nisso, resolve sequestrar 4 donzelas e levá-las para seu castelo e fazer os dois sobrinhos se apaixonarem por uma delas. Acontece que na correria, acaba sequestrando também um duque e uma nevasca impede todos esses sequestrados de irem embora do castelo.

        Ferguson perdeu a cabeça, segundo todos os envolvidos e ficam todos muito bravos com a situação, já que se vêm forçados a ficarem enclausurados por muito tempo, em um único castelo que é frio e sem muitos atrativos.

        Pra ajudar, Ferguson raptou uma certa lady Marilla, uma moça que não vê a hora de fisgar um bom nome para casamento e que vai fazer de tudo para que alguém se apaixone por ela.


        A primeira história é escrita pela Julia Quinn e eu amei. Catriona Burns não tem dote. É dama de companhia. Tem certeza que foi levada por engano por Ferguson para o castelo e agora terá que ficar enclausurada com um bando de malucos por conta do tempo ruim. Mas junto com esse pessoal maluco um Conde também foi raptado e parece ser muito atraente. Mas onde Catriona está com a cabeça? Um Conde? Ficar enclausurada em um castelo pode trazer gratas surpresas, e é isso que Catriona vai descobrir. Essa parte narrada pela Julia Quinn é muito divertida. Eu adorei, começou muito bem o livro, trazendo leveza e divertimento.

        A segunda história, escrita por Eloisa James vai nos trazer como protagonista Fiona, que teve sua vida manchada por um episódio mal explicado de seu passado. Ela já está resignada e aceitou a condição de ficar para a titia. Ela tem uma gorda herança que lhe possibilidade não depender de nenhum homem no futuro. Para fugir de todos acaba se confinando na biblioteca do castelo e é lá que tem uma das conversas mais provocantes de sua vida - com Oakley, que decidi se refugiar em meio aos livros para fugir da fogosa Marilia. O que os dois não esperam é que com todo o tradicionalismo de Oakley, ele acabe por se apaixonar por uma dama que tem o nome associado a um escândalo. 

        A terceira história, escrita por Connie Brockway, traz no enredo Robin e Cecily. Os dois notaram que desde o começo surgiu um frenesi entre os dois. Mas Robin não tem dinheiro, é um pobretão com um título e se fosse o pai de Cecily recomendaria que a moça passasse longe de tipos como ele. Mas Cecily é determinada e tem certeza que o pai não se importaria se a mesma se casasse por amor e é isso que ela vai tentar coloca na cabeça de Robin, já que sabe que ambos dariam um ótimo casal. 


        Achei as três histórias bastante irreverentes e divertidas, então a leitura fluiu de forma leve. É aquele tipo de livro pra se ler sem pretensão, pra acompanhar umas intrigas amorosas e suspirar com os finais felizes. E por ser uma história escrita por três, temos um triplo final feliz, o que é ainda mais aconchegante para o coração. Achei a ambientação super diferente - um rapto, uma tempestade de neve que obrigou todos a coabitarem num mesmo ambiente, então as histórias se entrelaçam um pouquinho, o que tornou tudo bem amarrado no final. Recomendo muito a leitura, achei super interessante essa proposta de uma história com três autoras. 


Sinopse:
Entre no mundo cintilante do período da Regência e prepare-se para ter seus corações aquecidos por Julia Quinn, Eloisa James e Connie Brockway... Durante sua peregrinação anual de Natal à Escócia, para visitar seu tio idoso em seu decrépito castelo, o Conde de Rocheforte e seu primo, Conde de Oakley, recebem presentes únicos: seu tio invadiu a festa de Natal de um lorde inglês - Lorde Bretton - e sequestrou quatro adoráveis mulheres para seus herdeiros escolherem... O castelo fica isolado devido à nevasca e as horas se tornam dias, as intenções mais honrosas revelam tentações tão surpreendentes quanto irresistíveis.


Compartilhe com os amigos
Blogger Widgets


Livro: História de um grande amor
 Autor (a): Julia Quinn
Editora: Arqueiro / Gênero: Romance de época
Páginas: 288 / Ano: 2020
Skoob Amazon

         Olá pessoal! Tudo bem com vocês! Espero que sim! A resenha de hoje é desse mais novo lançamento da Julia Quinn para a editora Arqueiro. Sou tão fã dessa mulher que não posso ver um livro novo dela pipocando que já corro adquirir. Culpa da série dos Bridgertons que fisgou o meu coração de um jeito, que nossa, será difícil outra série de época causar o mesmo impacto.

         Bem, este é o primeiro livro de uma trilogia e com certeza vou ler as sequências, porque achei os personagens muito espirituosos neste primeiro livro. 


         A história gira em torno de Miranda e Nigel, o visconde de Turner. Miranda é uma coisinha sem graça, sabe que terá dificuldades a enfrentar quando tentar encontrar um marido na sociedade. Mas ela tem só dez anos e já está preocupada com isso, porque nenhuma cor de vestido aparentemente combina com seu tom de cabelo ou pele. Quando Nigel lhe dá atenção depois de uma ocasião em que Miranda ficara bastante chateada, declara em seu diário que sim, de repente se viu apaixonada e para sempre. Ela, uma garotinha de 10 anos, apaixonada por um Visconde de 19. Nigel garantiu a garota que ela iria crescer e se tornaria tão bonita quanto era inteligente. Esse tipo de combinação era imbatível.

         Miranda cresceu, mas guardando em seu coração esse amor por Nigel. Afinal via-o sempre, já que é a melhor amiga de sua irmã Olivia. Mas Nigel era um cara mais velho, acabou se casando - infelizmente fez um mal casamento. Sua esposa só o entristeceu em vida, acabando completamente com as chances de Nigel de amar de novo. Até que ela falece e abre uma nova oportunidade para Miranda, já adulta, a tentar viver o seu grande amor.

         Mas será que Nigel está disposto a se casar novamente? Seria possível que ele amasse novamente, depois de ter seu coração partido tantas vezes? 


          A escrita da Julia é muito leve e geralmente com toques de sacarmos, diálogos espirituosos e alegres, por isso gosto tanto dos livros dela. Todos que já li seguem essa linha, então começo a leitura já sabendo um pouco do que esperar. Não tem nada de muito extraordinário nessa história, achei até bastante comum, mas como gosto muito da escrita da autora eu realmente curti a leitura. Já quero muito ler a sequência, pois acredito que contará a história de Olívia, a irmã de Nigel e ela é uma criaturinha surpreendente. Achei que a autora explorou bastante aspectos de lealdade e amizade nesse livro, o que gostei bastante. Além do romance inevitável dos protagonistas, vamos nos deparar com uma cena deliciosa na cabana de uma floresta. Eu sou fã e gosto muito. Li algumas críticas ao livro, mas acho que foram um pouco pesadas, porque a leitura fluiu pra mim muito bem. Indico muito a série, fora que essa capa está linda e impecável, um deleite aos olhos.


 



Sinopse:
Primeiro Volume da Trilogia Bevelstoke.
Julia Quinn já vendeu mais 1 milhão de livros pela Editora Arqueiro.

Aos 10 anos, Miranda Cheever já dava sinais claros de que não seria nenhuma bela dama. E já nessa idade, aprendeu a aceitar o destino de solteirona que a sociedade lhe reservava.
Até que, numa tarde qualquer, Nigel Bevelstoke, o belo e atraente visconde de Turner, beijou solenemente sua mãozinha e lhe prometeu que, quando ela crescesse, seria tão bonita quanto já era inteligente. Nesse momento, Miranda não só se apaixonou, como teve certeza de que amaria aquele homem para sempre.
Os anos que se seguiram foram implacáveis com Nigel e generosos com Miranda. Ela se tornou a mulher linda e interessante que o visconde previu naquela tarde memorável, enquanto ele virou um homem solitário e amargo, como consequência de um acontecimento devastador.
Mas Miranda nunca esqueceu a verdade que anotou em seu diário tantos anos antes. E agora ela fará de tudo para salvar Nigel da pessoa que ele se tornou e impedir que seu grande amor lhe escape por entre os dedos.



Compartilhe com os amigos
Blogger Widgets


Livro: Onde mora o amor
 Autor (a): Jill Mansell
Editora: Arqueiro / Gênero: Romance / Chick lit
Páginas: 336 / Ano: 2019
Skoob Amazon

        Olá, olá pessoas!
        Tudo bom?
        Preparados para a resenha fofa de hoje? Há esses livros lindos que a editora Arqueiro está publicando e está deixando meu coração todo bobo e apaixonado! Hoje a resenha é de mais um livro de romance, destes que a editora está lançando recentemente intitulados – Romances de Hoje. São romances mais atuais, com histórias bem parecidas com as quais vivemos no dia a dia e tem uma simplicidade e leveza que estou curtindo muito.

        “Onde mora o amor” tem uma capa linda, sugestiva e doce. Esperava encontrar isso nessa história, algo que aquecesse o coração. E realmente foi o que encontrei.


        Nossos personagens principais são Dexter Yates e Molly Hayes. Dexter é um tímico solteirão londrino, que curte sua vida no melhor estilo esbanjão. Ele é rico e tem o mundo na ponta dos dedos. E além de tudo é o maior gato – então é só estralar os dedos que qualaquer mulher cai aos seus pés. Mas sua vida vai virar de cabeça pra baixo quando de repente sua irmã solteira morre de repente e deixa aos cuidados dele sua filha, a pequena Delphi de apenas 8 meses. Dexter se vê encurralado e sem saída, porque sua irmã e ele não tem mais familiares próximos.

        Ele realmente terá que cuidar de Delphi. Pensou em entregá-la à adoção, mas sua irmã se reviraria no caixão. Pensou porque, como ele vai cuidar de uma bebê? Não sabe cuidar nem dele direito.

        É então que decide que tem que se afastar. Já que vai virar pai, precisa melhorar sua rotina. Adeus saidinhas até tarde da noite, adeus farra. Resolve restaurar uma casa da família em um vilarejo pequeno chamado Briarwood e criar Delphi neste ambiente mais acolhedor.

Direitos autorais da imagem: ILONA SHOROKHOVA

        Acaba se tornando vizinho de Molly Hayes, uma garota prestativa, que só vive para o trabalho e que está solteira porque até agora não encontrou ninguém que valesse a pena. Molly se encanta com Delphi e a conexão é imediata. Ela acaba se oferecendo para ajudar, porque percebe o quanto Dexter está perdido na tarefa de ser pai.

        A conexão de Dexter e Molly cresce a cada dia, mas em uma cidade pequena se ver livre de fofocas é quase impossível. E quando outras pessoas aparecem na jogada, ficamos em dúvida se realmente há algo especial nascendo entre Dexter e Molly. Será que os dois ficam juntos no final?


        Além de Dexter e Molly há outras histórias paralelas na trama super interessantes e que me envolveram demais. Achei os personagens super interessantes e cativantes. A história é bem leve e sem pretenções, mas sabe quando você quer ver o final? Quer ver o que vai dar com cada história? E a autora fechou tão bem todas elas, que a gente termina o livro feliz da vida, porque deu tudo tão certo. Gosto de livros assim que a gente sabe que vai terminar bem – ótimo livro pra sair de uns estados emocionais ruins, fica a dica gente! Kkkk. Achei realmente doce, com um humor leve e algumas reviravoltas interessantes. Vale muito à pena a leitura. Eu me apaixonei por essa bebezinha esperta, a Delphi. Fiquei encatada com ela. E o vilarejo para o qual  Dexter se mudou dá vontade de morar de tão acolhedor. Uma história para suspirar e torcer pelos personagens. Recomendo!

Sinopse:

Jill Mansell já vendeu mais de 10 milhões de exemplares no mundo.

Dexter Yates adora sua vida despreocupada em Londres. Além de lindo e rico, mora em um apartamento chique e está sempre acompanhado de belas mulheres. Mas tudo se transforma da noite para o dia quando a irmã morre, deixando a pequena Delphi, de apenas oito meses.

Sem a menor ideia de como cuidar sozinho de um bebê, ele resolve se afastar da correria da cidade grande e se muda para sua casa em Briarwood.

Dex não está acostumado ao ambiente intimista do vilarejo, em que todo mundo se conhece e todas as histórias se entrelaçam. Os moradores o recebem de braços abertos, sobretudo sua vizinha de porta, a talentosa quadrinista Molly, que se oferece para ajudar com Delphi. Ela tem um passado amoroso catastrófico e muita cautela, mas nasce entre os dois uma inegável conexão.

Se Dex vai conseguir se adaptar a essa nova vida e encontrar o amor de verdade, ele primeiro terá muito a aprender: sobre Molly, sobre Delphi, sobre os segredos dos outros e, principalmente, sobre si mesmo.


Compartilhe com os amigos
Blogger Widgets


Livro: Quebra de confiança
 Autor (a): Harlan Coben
Editora: Arqueiro / Gênero: Suspense / Drama
Páginas: 320 / Ano: 2019
Skoob Amazon

         Olá pessoal, tudo bem com vocês?
         Hoje a resenha que trago é de – mais um hahaha – livro do tio Harlan Coben, o primeiro da série do personagem Myron Bolitar, o livro Quebra de Confiança. Harlan criou uma série super bacana em cima desse personagem, e pretendo ler todos os livros da série que serão lançados com novas capas pela Arqueiro. Estou adorando as cores que usaram para essas novas capas, achei que ficou meio parecido com Agatha Christie sabe? Adorei!

         Vamos ao personagem principal: Myron Bolitar é um ex-jogador de basquete, que agora trabalha como agente de atletas. Ele já foi freelance também como investigador profissional, mas resolveu agenciar atletas. E isso é que é bacana na série. Como ele tem essa pagada investigativa, coisas estranhas começam a acontecer com os seus atletas que exige dele sua perspccácia profissional de detetive.


         Neste livro, um mistério envolvendo seu principal atleta agenciado vai trazer muita adrenalina na trama. Christian, um promissor quarterback tem em seu passado uma noiva que desapareceu. Ninguém sabe o paradeiro da moça e ninguém foi pego ainda porque não há provas suficientes. Inclusive Christian que seria o principal suspeito – sempre recai a culpa no namorado da vitima, também fora inocentado num primeiro momento. Mas quando chega pelo correio uma revista comprometedora com a foto de sua noiva dentro e um número para disk sexo, Christian fica muito abalado e pede a ajuda de Myron para resolver esse enigma.


         Por coincidência, a noiva desaparecida de Christian é irmã de uma ex namorada de Myron, Jessica, que está de volta para tentar resolver essa questão do desaparecimento de sua irmã e agora a recém morte de seu pai, vítima de um roubo a mão armada. Jessica acredita que os dois casos, apesar de isolados têm alguma ligação, mas precisará da ajuda de Myron para desvendar esse mistério. E estar junto de um ex-amor pode bagunçar um pouquinho mais as coisas.

         Gente, já me apaixonei pela série no primeiro livro! Hahah com absoluta certeza lerei os próximos, só para estar mais perto dos personagens novamente. Eu adorei o personagem de Myron, ele é engraçado e ao mesmo tempo irreverente e o seu ajudante Win é tão sombrio e enigmático que te deixa aparavorada hahah. O Win é como se fosse o braço direito do Myron e faz o trabalho sujo, não tem medo de apontar uma arma na cabeça do adversário. Achei a química dos dois fantástica e o enredo do livro muito bom também. Fui surpreendida novamente e isso me encanta nos livros do Harlan. Ele não deixa brechas e vai te conduzindo para uma grande revalação no final, deixando sempre a adrenalina nas alturas, para nos surpreender. Só lamento não ter lido estes livros antes, porque estou curtindo bastante essa pegada investigativa. Vale muito à pena essa leitura.




Sinopse:
RELANÇAMENTO COM NOVA IDENTIDADE VISUAL PARA CELEBRAR OS DEZ ANOS DE HARLAN COBEN NA ARQUEIRO.

No primeiro caso de Myron Bolitar, Harlan Coben nos faz mergulhar na indústria do sexo e nos negócios escusos por trás da contratação de grandes atletas.

Myron Bolitar está em um momento muito importante da carreira. Depois de agenciar alguns atletas pouco conhecidos, ele agora é o empresário de Christian Steele, a maior promessa de todos os tempos do futebol americano. Talentoso, bonito, centrado e carismático, tudo indica que o rapaz também movimentará milhões em contratos de publicidade.

Ao mesmo tempo que vive o auge profissional, porém, Christian enfrenta um drama pessoal. Há um ano e meio, sua noiva, Kathy Culver, desapareceu subitamente e, exceto pelos fortes indícios de que tenha sofrido uma agressão sexual, a polícia não conseguiu descobrir nada sobre sua última noite no campus da Universidade Reston.

Agora, prestes a ser contratado em uma negociação que pode ser a maior já realizada em sua categoria, Christian vê, em uma revista, a foto de Kathy em um anúncio de disque sexo. Além disso, o caso acaba de ganhar mais um contorno de horror: Adam Culver, pai dela, é morto em um assalto bastante suspeito.

Enquanto negocia com dirigentes gananciosos, empresários mal-intencionados e criminosos violentos, Myron contará com a ajuda de Win, seu melhor amigo, para descobrir a verdade por trás das duas tragédias – doa a quem doer.


Compartilhe com os amigos
Blogger Widgets


Livro: O café da praia
 Autor (a): Lucy Diamond
Editora: Arqueiro / Gênero: Romance / Chick lit
Páginas: 336 / Ano: 2019
Skoob Amazon

        Olá pessoal, tudo bem com vocês? Hoje a resenha que trago é desse livro mega fofo da Lucy Diamond, “O café da praia”. Já fui fisgada por essa capa linda, confesso que acabei pegando esse livro só por causa dessa capa toda delicada, porque não tinha pesquisado ainda nada da autora ou do livro. E ainda bem que não me decepcionei. Gostei bastante da história, que é leve e traz algumas reflexões a cerca das decisões que decidimos tomar no decorrer de nossas vidas.

        Evie, nossa protagonista é considera a ovelha negra da família. Na verdade ela não diria que é uma ovelha negra. É que ela já tentou de tudo na vida e parece não ter se encaixado em nada. Está num relacionamento amoroso também já um tanto desgastado, mas não consegue se ver livre dele. Suas irmãs já estão bem de vida, com carreiras promissoras e ela ainda nada. Evie está perdida, sem rumo.


        Pra piorar sua tia favorita acaba de falecer. Foi de repente e um choque para toda a família. Evie porém fica mais chocada quando o advogado da família apresenta a carta de testamento que sua tia deixou. Parece que Evie foi designada para ter como herança o café da praia que era da sua tia, já que a tia não tinha filhos. Sua família fica sem ação, e suas irmãs não gostam da ideia de não ter parte alguma na herança da tia. Evie porém de momento pensa em vender o café. É longe de onde atualmente mora, cuidar do café de longe ficaria totalmente impossível. Mas sua tia deixou uma carta tão linda e comovente que Evie fica balançada. Será que não é o destino dando uma dica de que rumo seguir?

        Evie tenta administrar o negócio de longe. Mas os funcionários que a tia contratou nos últimos tempos são péssimos e deixam Evie maluca. Ela resolve tomar as rédeas da situação e tocar o negócio. Mas será que isso vai dar certo? E seu atual namorado, vai aceitar o namoro dos dois à distância?


        Conforme o tempo passa, Evie precisa tomar algumas decisões, inclusive de trazer novas pessoas mais qualificadas para ajudarem no café. Surge um misterioso chef para preencher o cargo de cozinheiro e parece que Evie está se saindo melhor do que o planejado. Mas crescer e mudar de vida exige fechar outras portas. Será que Evie está preparada para mudar realmente de vida?


        O livro tem uma cadência muito tranquila, oras engraçado, oras traz reflexões mais profundas, mas diria que é um ótimo livro para se ler como café da tarde. Tranquilo e com um toque de romance, faz o leitor ser transportado para um gostoso clima praiano, envolvendo bolos e pastéis feitos na hora. Fiquei morrendo de visitar o café da Evie, depois de ler esse livro, me sentar em uma das cadeiras no deck e apreciar a paisagem. A leitura foi perfeita para o momento, precisava de algo mais leve e esse livro se encaixou direitinho. Recomendo a leitura.




Sinopse:

Lucy Diamond é autora de mais de 10 romances, sendo publicada em 15 idiomas, e sempre figura na lista de mais vendidos do The Sunday Times.

Em uma praia paradisíaca, Evie Flynn tem a chance de começar do zero…

Evie sempre foi a ovelha negra da família: sonhadora e impulsiva, o oposto das irmãs mais velhas bem-sucedidas. Tentou fazer carreira como atriz, fotógrafa e cantora, mas nada deu muito certo. Às vezes, ao pular de um trabalho para outro, ela tem a sensação de que lhe falta um propósito.

Quando sua tia preferida morre em um acidente de carro, Evie recebe uma herança inesperada, um café na beira da praia na Cornualha. Empolgada com a oportunidade de mudar de vida, ela decide se mudar para lá, mas logo descobre que nem tudo são flores: os funcionários não são dos melhores e o local está caindo aos pedaços. Tudo bem diferente dos tempos em que passava as férias de verão com a tia.

Apesar das dificuldades, pela primeira vez Evie está determinada a ter sucesso. Ao lutar pelo café, ela busca secretamente dar um novo rumo à sua vida e, assim, pode acabar conquistando bem mais do que esperava no trabalho... e também no amor.



Compartilhe com os amigos
Blogger Widgets


Livro: Confie em mim
 Autor (a): Harlan Coben
Editora: Arqueiro / Gênero: Suspense / Drama
Páginas: 320 / Ano: 2019
Skoob Amazon

        Oi, oi pessoal! Tudo bem por aqui! Primeira resenha de 2020 hein! Que delícia começar um novo ano, com novas possibilidades de leitura pela frente! 
        

        Já adianto que tô viciada no tio Harlan - acho que vocês já perceberam né? Porque só aparece resenha dele aqui no blog ultimamente hahah. É que tô colecionando os livros dele com essas capas novas que a editora Arqueiro está lançando. Vou comprar todos, pra ficar em lugar de destaque na minha estante!

        Esse livro eu adorei! Me prendeu demais, e traz um tema super atual - redes sociais, segurança na web, falta de confiança dos pais. Esses três componentes inspiraram essa obra do Harlan e vão nos fazer refletir muito sobre até onde devemos ir para proteger nossos filhos. Eu tenho uma filha agora e fiquei pensando muito se eu não agiria da mesma forma que os pais de Adam. Tia e Mike são pais normais, mas que de repente ficaram mega alarmados depois que um dos amigos mais próximos de Adam comete suicídio. Achando as atitudes do filho um tanto estranhas e o vendo muito fechado, resolvem instalar um programa no computador do filho que o vigia 24 horas por dia.


        De inicio, se sentiram um tanto desconfortáveis fazendo isso. Mas a medida que os relatórios chegavam e que viam que o filho realmente poderia estar trilhando caminhos não tão legais, Tia e Mike precisam tomar atitudes. Mas como tomá-las sem dar na cara que estão espionando o filho? 

        O problema é que antes que possam evitar o pior, Adam desaparece misteriosamente e Tia e Mike já não sabem o que fazer. Parece que tudo leva a crer que o suposto sumiço tem a ver com a morte do amigo Spencer. Betsy, a mãe de Spencer quer repostas, porque não acredita que o filho tenha cometido suicídio. Será que ele cometeu mesmo?


        O Harlan Coben tem uma facilidade incrível de ir juntando pouco a pouco a história de todos os personagens do livro e eu adoro isso. No final vira tudo uma história só, e no começo é tudo tão dividido que a gente fica tentando entender como ele vai fazer isso. Além da questão da espionagem dos pais de Adam, neste livro Harlan também vai tratar em paralelo a questão de um bullying com uma garota, trazendo dois suspenses em uma mesma trama, mas que se enlaçam no final. Achei um livro com questões muito atuais, trata de temas delicados como suicídio, desconfiança e até onde a nossa proteção deve ir de uma forma sadia. É muito complicado duvidar dos filhos como Mike e Tia duvidaram. Depois que se descobre que seus pais não confiam em você fica difícil juntar os cacos da confiança novamente. Será que essa familia vai sobreviver a tantas investidas da tecnologia em suas vidas, será que ser vigiado 24 horas por dia será o melhor caminho a ser tomado pelos pais de Adam? Você só vai descobrir lendo este livro.

        Já adianto que adorei! Fiquei muito presa nessa narrativa, fechei com chave de ouro 2019 com essa leitura. 



Sinopse:
Confie em mim é um suspense eletrizante que aborda assuntos atuais como a facilidade de acesso a informações e os limites no relacionamento entre pais e filhos.

“Harlan Coben é mestre em prender a atenção do leitor e criar histórias surpreendentes. Ele vai seduzir você na primeira página apenas para chocá-lo na última.” – Dan Brown, autor de O Código Da Vinci

Até onde você iria por amor à sua família?

Preocupados com o filho Adam, que começou a se distanciar deles depois do suicídio do melhor amigo, Spencer, o Dr. Mike Baye e sua esposa, Tia, decidem instalar um programa de monitoração no computador do garoto. Os primeiros relatórios não revelam nada importante, mas de repente uma estranha mensagem muda completamente o rumo dos acontecimentos: “Fica de bico calado que a gente se safa.”

Enquanto isso, a mãe de Spencer, Betsy, encontra uma foto que levanta suspeitas sobre a morte de seu filho. Ao contrário do que todos pensavam, ele não estava sozinho na noite fatídica. Será que foi mesmo suicídio?

Para tornar tudo mais assustador, Adam desaparece misteriosamente. Acreditando que o garoto está correndo grande perigo, Mike não medirá esforços para encontrá-lo.

Quando duas mulheres são assassinadas, uma série de acontecimentos faz com que a vida de todas essas pessoas se cruze de forma trágica, violenta e inesperada.



Compartilhe com os amigos
Blogger Widgets


Livro: Apenas um olhar
 Autor (a): Harlan Coben
Editora: Arqueiro / Gênero: Suspense / Drama
Páginas: 272 / Ano: 2019
Skoob Amazon

        Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim! Hoje a resenha é desse mais novo lançamento da editora Arqueiro, livro inédito do rei do suspense Harlan Coben. E mais uma história que leio dele que me prende desde a primeira página. Dei quatro estrelas somente porque estou comparando todos os livros que estou lendo dele, e tenho outros preferidos já do autor. Se eu tivesse lido esse livro a primeira vez, sem ter lido nenhum outro do autor ainda, acho que eu teria dado cinco estrelas. Os meus favoritos dele ainda são: Cilada e Não Conte a Ninguém.


        Neste livro todo o suspense gira em torno de uma foto misteriosa. Grace vai revelar algumas fotos de sua família e quanto abre o pacote entregue pelo pessoal da equipe de revelação, nota uma foto que não foi ela que tirou. Além disso, a foto parece ser de pelo menos uns quinze anos atrás. Na foto, há uma moça marcada com um X no rosto. E um dos integrantes da foto parece ser seu marido, só que bem mais novo. 

        Quando Grace mostra a foto para seu esposo Jack, ele surta. Fica de repente desesperado e sai de carro sem avisar para onde vai. Quando ele passa a noite fora, sem dar noticias, Grace sabe em seu coração que alguma coisa está muito errada. Quando conta à polícia e parecem não fazer muito caso do assunto, percebe que estará praticamente sozinha na busca de resposta. 


        Grace sabe que o marido tem um passado que prefere manter escondido. Ela mesma também tem um passado doloroso que prefere não ficar relembrando. Sabe como alguns erros e situações que acontecem conosco causam marcas profundas. Mas quando começam a ameaçar sua família, percebe de repente que nenhum passado fica esquecido por muito tempo, e que uma rede de mentiras pode colocar fim na vida das pessoas que mais ama.

        Adorei esse livro, um romance muito bem construído, com várias personagens envolvidas, mas que se entrelaçam e é isso que eu adoro nos livros do Harlan Coben. É o primeiro livro que eu leio dele onde o final fica sujeito à interpretação e eu gostei bastante disso. Deu um toque ainda mais misterioso ao romance, não ficou batido como tantos livros de mistério que a gente lê por aí. Para quem é fã do autor, vale muito a pena a leitura. Não me canso de ler os livros dele, até agora não me decepcionei com nenhum. A gente fica mega absorta, tentando entender o que acontece, tentando desvendar e eu amo livros assim, que nos fazem pensar. Super indico essa leitura. 



Sinopse:
Uma foto pode contar muitas mentiras...

Ao buscar um filme que mandou revelar, Grace encontra, no meio das fotos, uma que não pertence ao rolo. É uma imagem de cinco pessoas, tirada no mínimo vinte anos atrás. Quatro delas não lhe são familiares, mas a quinta é muito parecida com seu marido, Jack.

Ao ver a foto, Jack nega ser ele. Só que, mais tarde, ele foge sem nenhuma explicação, levando a fotografia.

Sem saber por que ele se foi, Grace luta para proteger os filhos da ausência do pai. Cada dia que passa traz mais dúvidas sobre si mesma, sobre seu casamento e sobre Jack, assim como a compreensão de que há outras pessoas procurando por ele e pela fotografia – inclusive um violento e silencioso assassino.

Quando entende que não pode contar com a polícia, e que seus vizinhos e amigos têm os próprios objetivos secretos, Grace precisa enfrentar as partes sombrias de seu passado para descobrir a verdade que pode trazer seu marido de volta.

HARLAN COBEN JÁ VENDEU MAIS DE 70 MILHÕES DE LIVROS VENDIDOS NO MUNDO.

“O único bom motivo para deixar este livro de lado é ir conferir se a porta de casa está bem trancada.” – People





Compartilhe com os amigos
Blogger Widgets

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *